O LEGADO DE ABRIL NA HISTÓRIA DE UM PORTUGAL DEMOCRÁTICO

Vasco Lourenço e Alfredo Barroso - Num jantar que contou com mais de uma centena de pessoas, Vasco Lourenço e Alfredo Barroso partiram as suas memórias e evocaram os valores de Abril e o legado da "Revolução dos Cravos" na história de um Portugal democrático.

JOSÉ LUÍS JUDAS NO JANTAR DO CLUBE A LINHA

O Clube A Linha contou com a presença de José Luís Judas onde foi especificamente abordado o processo de concepção e execução da estratégia e do projecto que conduziu à vitória do Partido Socialista nas eleições autárquicas em Cascais, com o slogan "mudança tranquila".

VÍTOR RAMALHO NO CLUBE A LINHA

Vítor Ramalho, Presidente da Federação de Setúbal do PS, recordou a matriz genética do partido Socialista, debruçando-se especificamente sobre os desafios autárquicos com que o PS se vê confrontado no Distrito de Setúbal, apresentando a estratégia política seguida nas últimas eleições autárquicas, bem como o caminho que se está a trilhar naquele distrito.

OS DESAFIOS DO CRESCIMENTO ECONÓMICO

Vieira da Silva e Pedro Marques - Cascais acolheu José António Vieira da Silva e Pedro Marques para mais um debate promovido pelo Clube A Linha, onde os convidados partilharam com o auditório, a sua visão sobre os desafios que Portugal enfrenta em matéria de crescimento económico.

OS DESAFIOS AUTÁRQUICOS DE 2013: CONTRIBUTOS PARA A ACÇÃO POLÍTICA

José Junqueiro - Perante um auditório lotado, José Junqueiro sublinhou a importância das próximas eleições autárquicas para o Partido Socialista, onde se irão sentir pela primeira vez os efeitos da limitação de mandatos.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Opinião de Pedro Canelas: Política Discutindo...

Ouvi esta semana na rádio um debate sobre o tema ”Democracia, um modelo ultrapassado?”.

Fiquei chocado, mais uma vez, com a postura e atitude dos mais jovens e adolescentes perante a Politica e os sues actores, infelizmente talvez por uma observação incauta e até uma grande dose de alienação.

O negativismo e alienação estão decididamente mal orientados e será preciso fazer um trabalho de base, from scratch, junto dos nossos cidadãos, principalmente se forem cascalenses (60% não participaram nas últimas Autárquicas).

Chapeladas, caciques, usurpação do erário público e demais (liguem a TV pelas 20h00 e encontram mais exemplos) contribuem para este sentimento se fortalecer. A minha única experiência na política deixou-me chocado perante amigos e conhecidos que me viravam as costas ao saber que já pertencia á classe dos comilões.

Perante este cenário existem dois caminhos a seguir ou juntas-te á indiferença ou lutas contra uma serie de adjectivos, todos do lado do negativismo.

Parece-me ter escolhido a segunda opção e apenas por uma razão!!!

Tive a sorte (foi mesmo por sorte ou coincidência) de encontrar um conjunto de cascalenses muito motivados e voluntariosos, dispostos a lutar pela mudança em plena época do Yes we can.

Foi assim que nos juntamos e criamos o Clube de reflexão politica – A Linha, curiosamente vestindo fatos de macacos com tintas, broxas e trinchas nas mãos.

Logo me apercebi que era um grupo de trabalho, pois os poucos políticos que conheço (nem todos obviamente) gostam mais de dizer que trabalham do que o agarrar pela frente. O grupo é constituído por cidadãos sem preconceitos, malta simples, interessada e informada, as tarefas são distribuídas por especialistas das áreas que pretendemos abordar e que vão surgindo ao sabor das ideias.

O nosso caminho e feito a caminhar, uns dias mais depressa outros nem por isso, o importante é engrossar as fileiras e principalmente alinhar sempre no espírito, entusiasmo e camaradagem que nos fizeram unir pelo gosto da nossa causa e principalmente por queremos mudar qualquer coisita aqui em Cascais.

Agora que olho para trás e após alguns meses, fico feliz porque já conseguimos traçar um caminho e mostrar que é possível começar do zero na politica, pôr a pessoas e principalmente os cidadãos a falar e discutir qualquer assunto, afinal é essa a nossa Missão, a Politica no seu melhor.

Sabemos que não vai ser fácil, conciliar as rotinas e afazeres de cada um com esta cruzada, mas queira o futuro que nos conserve a motivação e união para continuar o nosso caminho, caminhando…

Pedro Canelas
Empresário
Membro-fundador do Clube de reflexão política "a Linha"

2 comentários:

Rui Angelo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Rui Angelo disse...

Fantástico artigo de opinião! Espelha as motivações que me levaram a integrar este Projecto Político e principalmente que me alimentam a esperança e a crença que podemos contribuir de alguma forma para o horizonte político que nos rodeia.