O LEGADO DE ABRIL NA HISTÓRIA DE UM PORTUGAL DEMOCRÁTICO

Vasco Lourenço e Alfredo Barroso - Num jantar que contou com mais de uma centena de pessoas, Vasco Lourenço e Alfredo Barroso partiram as suas memórias e evocaram os valores de Abril e o legado da "Revolução dos Cravos" na história de um Portugal democrático.

JOSÉ LUÍS JUDAS NO JANTAR DO CLUBE A LINHA

O Clube A Linha contou com a presença de José Luís Judas onde foi especificamente abordado o processo de concepção e execução da estratégia e do projecto que conduziu à vitória do Partido Socialista nas eleições autárquicas em Cascais, com o slogan "mudança tranquila".

VÍTOR RAMALHO NO CLUBE A LINHA

Vítor Ramalho, Presidente da Federação de Setúbal do PS, recordou a matriz genética do partido Socialista, debruçando-se especificamente sobre os desafios autárquicos com que o PS se vê confrontado no Distrito de Setúbal, apresentando a estratégia política seguida nas últimas eleições autárquicas, bem como o caminho que se está a trilhar naquele distrito.

OS DESAFIOS DO CRESCIMENTO ECONÓMICO

Vieira da Silva e Pedro Marques - Cascais acolheu José António Vieira da Silva e Pedro Marques para mais um debate promovido pelo Clube A Linha, onde os convidados partilharam com o auditório, a sua visão sobre os desafios que Portugal enfrenta em matéria de crescimento económico.

OS DESAFIOS AUTÁRQUICOS DE 2013: CONTRIBUTOS PARA A ACÇÃO POLÍTICA

José Junqueiro - Perante um auditório lotado, José Junqueiro sublinhou a importância das próximas eleições autárquicas para o Partido Socialista, onde se irão sentir pela primeira vez os efeitos da limitação de mandatos.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Jantar da Linha - Os Desafios da Competitividade: Mudanças no Modelo Laboral Português

Na passada 4ª feira, dia 5 de Janeiro, realizou-se mais um jantar mensal do Clube de Reflexão Política A Linha, que se tornou já uma referência no âmbito da actividade política desenvolvida pelo Partido Socialista em Cascais, e que teve como convidada a Ministra do Trabalho e da Solidariedade Social, Maria Helena André.

Com objectivo trazer à reflexão e ao debate questões relacionadas com a importância da competitividade e suas necessárias implicações no modelo laboral português, Maria Helena André, perante mais de noventa pessoas, traçou as linhas orientadoras que têm feito avançar a sua actividade governativa tendo em consideração a crise económica e financeira em que Portugal se viu envolvido por força da sua presença no mundo Global.

No decurso da sua intervenção, Maria Helena André focou a importância do reforço competitividade no sistema e a sua articulação com o modelo em que assentam as relações laborais, recordando que os Estados se confrontam com fortes limitações orçamentais impostas pela crise financeira internacional.

Referiu ainda que estamos perante uma crise sistémica do capitalismo, a qual carece de uma resposta sistémica, em que nos vemos confrontados com ofensivas neo-liberais que põem em causa condições de vida e de trabalho conseguidas nas últimas década, devendo-se, como tal, tentar promover a regulação dos sistemas sociais ao nível europeu.

As próprias relações de trabalho se alteraram e às formas típicas sucederam-se outras atípicas, em que nomeadamente a relação de trabalho já não é definitiva.

Actualmente, os países europeus, onde Portugal não é excepção, vêm-se confrontados com a necessidade de aumentar os níveis de competitividade das suas economias, podendo assim fazer frente a outras que assentam a respectiva competitividade nos baixos salários e na quase total ausência de direitos sociais.

No entanto, qualquer modelo que se possa implementar passa necessariamente pelo envolvimento de todas as partes envolvidas, não se circunscrevendo apenas ao Governo.

A Ministra do Trabalho terminou a sua intervenção com uma mensagem de esperança, reiterando a sua confiança pessoal em Portugal e nos portugueses, e desde logo manifestando a sua disponibilidade para regressar a um debate promovido pelo Clube de Reflexão Política A Linha.

À intervenção da Ministra do Trabalho, seguiu-se uma sessão de poesia a cargo de Carlos Carranca que declamou poemas de Miguel Torga e de Manuel Alegre.

Veja as fotos do jantar no facebook da Linha em http://www.facebook.com/album.php?id=1263859557&aid=2073059

1 comentário:

maria manuela disse...

As reflexões feitas por oradores convidados pelo Clube são sempre interessantes e o tempo é sempre muito escasso para «aprendermos e debatermos»!